Colique aqui para nos enviar sua mensagem
Página Inicial
Conheça a Fábrica das Fraldas
Monte seu próprio negócio
Tudo o que você precisa para iniciar
Nossos serviços ao seu dispor
Dicas e esclarecimentos
Saiba onde estamos localizados
Faça seu pedido através de nosso formulário
Entre em contato conosco

Dicas e Dúvidas
Problemas de rápida solução
Com o polietileno:
.
Problema: O polietileno está enrugando
Solução: Conferir se a bobina não está solta dos batoques. A cola pode também não estar quente o suficiente, bastando então que se regule o termostato entre 130°C e 150°C. Pode aparecer rugas se a bobina estiver leve deve-se fazer um freio para que a ruga desapareça. Esse freio pode ser feito com pesos encostados na bobina fazendo com que ela fique pesada para o motor puxar.
.
Problema: O polietileno está queimando, e com isso ele se enrola no eixo emborrachado e nas arruelas ficando grudado.
Solução: É importante observar se o termostato está na posição correta (130°C e 150°C). Se ele estiver dentro dessa temperatura, o termostato deve ter se desregulado. O melhor a se fazer é ir baixando a temperatura, até que a cola se resfrie um pouco e pare de queimar o polietileno. O material que ser derreteu e fiou acumulado no eixo emborrachado deve ser retirado com água rás. Caso o eixo com arruelas também esteja sujo, o material queimado deve ser retirado com uma espátula, faca ou chave de fenda, mas de forma alguma pode ser usado o removedor. Depois é só esperar que o eixo esfrie e repassar o polietileno.
.
Com o filtrante:
.
Problema: A cola suja e transpassa o material
Solução: Deve-se observar se a temperatura da cola está correta se caso a cola estiver muito líquida deve-se abaixar a temperatura até que fique no ideal. A cola que sujou os eixos deve ser limpa com água rás.
.
Problema: O eixo do tecido está saindo em direção ao filtrante
Solução: Passe o filtrante por trás do eixo central da torre.
.
Problema: Há uma diferença de tamanho do filtrante e do polietileno
Solução: Centralizar o que for de menor tamanho no de maior tamanho.Geralmente o filtrante é maior que o polietileno,sendo assim coloque o freio para que o filtrante fique na mesma largura do polietileno.
.
Problema: O material se movimenta, saindo da posição correta da fralda
Solução: Encaixe os batoques no tubete da bobina. É importante que o eixo esteja centralizado. Depois aperte os parafusos com uma chave de fenda.
.
Com o elástico:
.
Problema: Na hora do acabamento o elástico se solta
Solução: Observar se os elásticos estão sobre a trilha de cola de forma correta. Quando a cola queima (ficando escura) ela para de colar. Se isso não for o problema,desgaste o eixo raspador na direção dos elásticos usando uma lima ou esmeril.
.
Problema: Os elásticos não ficam nas trilhas de cola.
Solução: Caso as guias de regulagem dos elásticos estejam fora de posição, solte o parafuso da chapinha e movimente as guias para as laterais.
.
Problema: Os elásticos se quebram
Solução: Pode ser que a porca borboleta esteja muito apertada. Afrouxe-a.
.
Com a cola:
.
O que acontece quando: A cola está com a temperatura muito alta
Ela queima o polietileno, suja o eixo de metal (que deve ser limpo imediatamente), e queima a própria cola, fazendo com que ela perca a aderência.
.
O que acontece quando: Tem pouca cola no coleiro.
As trilhas de cola serão falhas. Basta reabastecer o coleiro.
.
O que acontece quando: Tem muita cola no coleiro
As fraldas terão um excesso de cola, e ela pode derramar no coleiro.
.
O que acontece quando: A cola não está derretida por completo
O polietileno se alonga e sai de posição, além de sujar o eixo emborrachado e embolar os materiais.
.
 
Informações e Dicas Importantes
A voltagem da máquina é de 110 volts;
A temperatura do termostato deve estar entre 130 a 150 Graus, que poderá ter variação de acordo com a temperatura ambiente;
É importante que no local não haja corrente de ar para não interferir na temperatura da cola;
A máquina deve estar sempre nivelada para que a cola seja distribuída uniformemente;
A cola deve ser derretida completamente (estar em ponto de mel) antes de baixar o eixo do polietileno e funcionar o motor;
As engrenagens devem estar devidamente apertadas e lubrificadas;
Os eixos que puxam a fralda devem estar sempre limpos e lubrificados;
A mesa deve estar sempre limpa;
No caso de cair cola em qualquer parte indevida, limpar imediatamente com estopa e água rás;
As bobinas de filtrante e do polietileno devem ser alinhadas, fazendo as regulagens nas travas de fixação dos eixos;
É na porca borboleta que se ajusta o franzimento das fraldas;
Para que o elástico não se quebre nem embarace tire um pouco do elástico da caixa e solte-o no chão.
Sempre que o elástico se quebrar deve-se realinhar todos os seis fios no sistema novamente.
Para que o elástico se deslize com mais facilidade, basta borrifar talco na espuma do separador.
Quando o trabalho for interrompido (mesmo que por alguns segundos) deve-se deixar as alavancas de descanso no coleiro levantadas.
Quando se começa a produção novamente, a primeira fralda deve ser ajudada a sair com as mãos.
Fábrica das Fraldas - Fraldas Descartáveis Infantil, Geriátrica, Máquinas e Matéria-prima em Geral
Av. Amazonas, 1049 - Loja 66 - 2º Andar - Centro - Belo Horizonte - MG - CEP: 30180-000